Mulheres preferem conforto e salto alto perde espaço Deixar um comentário

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos pelo NPD Group com as marcas mais populares de sapato mostra que as vendas de salto alto caíram 12% no ano passado, enquanto vendas de tênis para mulheres cresceu 37%, chegando a uma marca de 2,3 bilhões de dólares. O dado chamou atenção e repercutiu na mídia americana. Reportagem da CBS analisa que as mulheres não querem mais ser “avaliadas” no trabalho pelo sapato alto que usam.

Segundo a publicação, trata-se de uma “mudança cultural, em parte motivada pela chegada dos millennials”.  Conforto é tendência e tornou-se prioridade número 1. Vemos mulheres usando tênis com terno e está tudo bem.

O clima de startups e a informalidade trazida pelas empresas de tecnologia pode estar contribuindo para os saltos altos não serem lá mais tão indispensáveis. Connie Wang, redatora-sênior da Refinery29, agência de conteúdo dedicada à mulheres millennials (mulheres que têm hoje entre 20 e 35 anos), afirmou ao CBS que está acontecendo uma “Mudança nos ambientes de trabalho”.

Segundo Wang, vestir-se de forma casual ganha espaço nos escritórios e, no caso das mulheres, pode também tratar de uma questão de “empoderamento”. “Algumas mulheres se sentem melhor com um par de sapatilhas e eu acredito que chegamos a um ponto na sociedade em que finalmente isso é mais do que aceitável no trabalho”.

Uma outra razão para a queda nas vendas de sapatos altos, segundo analisa o Los Angeles, é que as americanas estão fazendo mais “home office” e, mesmo entre aquelas que estão indo, há um uso maior de equipamentos de monitoramento da atividade física que mostram a necessidade de nos movimentarmos ao longo do dia. O que estaria estimulando o uso de roupas menos formais nos escritórios.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *